O montanhismo em geral, e a escalda em particular, é dos desportos mais agressivos para a pele das mãos. É fácil reconhecer quem pratica escalada pelas suas mãos: pele grossa, calos, descamações e ferimentos fazem parte do dia-a-dia de quem pratica escalada.

Sendo a qualidade da pele um dos aspetos mais relevantes na escalada, manter as mãos em bom estado é absolutamente essencial para um melhor desempenho. Quando, por exemplo, é necessário colocar esparadrapos nos dedos a sensibilidade diminui, logo, limita a sensibilidade nas subidas e contacto com os materiais. Assim, cuidar e tratar diariamente das mãos reverte-se de particular importância. Mãos bem tratadas, escalada mais fácil e segura.

Alguns cuidados e Conselhos

1 – Corte as unhas

Unhas grandes não resultam em escalada. Aparar as unhas previne ferimentos. Na prática da escalada se as suas unhas rasparem na parede é porque não estão suficientemente cortadas. Faça também por arredondar as unhas para que não descarnem ou lasquem.

2 – O magnésio certo faz toda a diferença

O magnésio não é todo igual. Utilize magnésio sem impurezas e de qualidade, auxilia muito nos cuidados com as mãos.

3 – Lave as mãos logo após que terminar de escalar

O magnésio resseca a pele, por isso, quanto mais rápido elimina-lo mais cedo a pele das mãos inicia o ciclo de regeneração.

4 – Caso a pele não apresente feridas, podemos tirar as peles levantadas com o alicate de unhas e/ou lixar os calos com pedra pomes, ajudará a uniformizar a pele, evitando peles soltas nos dedos que se possam prender algum lugar e fazer feridas.

5 – Utilize uma lixa para as mãos

Ajuda a uniformizar a pele, evitando rugosidades, desníveis ou excesso que possam danificar os dedos nas pequenas arestas ou rochas.

6 – Use um bálsamo que recupere a pele

Reveste-se de particular importância recuperar a pele de feridas e das mazelas do frio (pele seca, frieiras, etc.) e calor (vermelhões e assaduras). Adelino é um bálsamo para utilizar depois de cada atividade, preferencialmente com as mãos limpas e aquando do seu repouso. Aplique uma fina camada durante a noite, antes de dormir. Além de recuperar as pequenas mazelas, permite que as mãos permaneçam flexível, firme e elástica, evitando, o desgaste.

7 – Evite expor as mãos a detergentes

Muito dos produtos utilizados para limpeza apresentam elementos químicos que em contato com a água amolece a pele e a deixa mais propensa ao rompimento. Use luvas de borracha.

8 – Alongue e fortaleça as mãos

Os tendões desta região do corpo são altamente forçados durante a prática de escalada, por isso, alongue e fortaleça as mãos. Existem vários exercícios que podem ser feitos em casa e sem uso de equipamentos, como extensão e flexão de punhos.