Quando o assunto é queimaduras solares, a melhor dica é mesmo evitar.

A queimadura solar é o dano causado à pele através da radiação ultravioleta (UV) que, geralmente, aparece dentro de poucas horas após exposição excessiva à luz solar. Exposição solar intensa e repetida, que resulta em queimadura, aumenta o risco de danos à pele como o surgimento de rugas e o envelhecimento precoce da pele e de doenças como o cancro de pele.

O sol produz três diferentes tipos de raios UV:

– raios UVA: penetram mais profundamente na pele danificando a derme, que contém tecidos que dão elasticidade à pele.

– raios UVB: raios absorvidos pela camada superficial da pele (epiderme), camada que liberta as substâncias que causam a dor, o inchaço e a vermelhidão característica da queimadura solar.

– raios UVC: são filtrados pela atmosfera da terra, o que significa que não é necessária proteção contra este tipo de radiação.

De forma geral, os fatores que aumentam o risco de queimaduras são:

– exposição ao sol;

– pele clara e cabelos loiros ou ruivos;

– proximidade com a água ou areia, uma vez que os raios são refletidos e a exposição é mais intensa;

– exposição ao sol entre 10h-15h, quando há uma maior intensidade de radiação UVB.

Sintomas

Qualquer parte do corpo exposta ao sol pode sofrer queimadura. Os sintomas das queimaduras solares incluem:

– pele avermelhada e dolorosa (eritema);

– pele quente e sensível ao toque e às vezes com coceira;

– pequenas bolhas com líquido dentro, que podem romper;

– dor de cabeça, febre, calafrios e fadiga (em casos mais severos);

– descamação da pele (geralmente, 4 a 7 dias depois da exposição solar).

Tratamento

– evitar exposição ao sol das áreas afetadas cobrindo com roupas e ficando na sombra;

– manter-se hidratado para ajudar a reduzir a temperatura corporal e repor a quantidade de líquido perdida através da transpiração;

– para queimaduras leves, aplique um bálsamo reparador e hidratante pós-sol. Ajudam a aliviar os sintomas. Adelino tem um potente efeito reparador da pele e ajuda a sua recuperação na vermelhidão e assadura solar.

– analgésico ajuda a aliviar a dor e a febre. Anti-inflamatórios também ajudam a aliviar a dor, reduzir a inflamação e reduzir a temperatura corporal (consulte o seu médico);

Prevenção

– Evite exposição direta ao sol entre 11h-16h, mesmo em dias nublados;

– Faça uso de chapéus, bonés, guarda-sol, t’shirt;

– Utilize protetor solar com proteção UVA.

Quando ir ao médico

É recomendado ir ao pronto socorro se a queimadura tiver bolhas muito grandes, ou se a pessoa apresentar febre, calafrios, dor de cabeça ou dificuldade no pensamento, já que estes são sinais que podem indicam insolação, uma condição que precisa de tratamento médico.